1897949_607881402622028_2105169924_n

Eu já tomei algumas decisões erradas na vida. Não vou te falar que eu sempre soube o que estava fazendo, ou que eu tive certeza. Na verdade eu nunca sei se quero comer a batata frita ou o hambúrguer, se quero suco ou água, se quero praia ou fazenda. Você sabe, eu não sou muito boa com escolhas.

Quando a gente é mais novo e as nossas escolhas vão completando, como peças, a imagem da nossa personalidade, e as decisões se tornam mais que decisões e sim uma identidade, a gente pode ficar um pouco sobrecarregado com o peso de cada escolha, e se confunde com o que realmente quer. Por vezes eu escolhi errado, e isso me mudou bastante. Cada dia que eu passei não te tendo na minha vida me mudou muito. Mas eu acho que não são os erros que nos dizem quem somos, e sim quem nos tornamos e o que decidimos fazer depois deles.

O tempo passa e com ele vem as consequências das decisões que tomamos, e a percepção do que poderia ter sido, do que pode ser. Eu percebo que a vida uniu nossos caminhos da maneira mais inusitada possível só pra me fazer mais feliz do que eu jamais fui com ninguém.

A gente nunca pensa que vai ser uma outra pessoa a botar o maior sorrisão do mundo na nossa cara, sempre acha que vai ser outra coisa. A satisfação vem de várias formas, infinitas, e a gente não precisa se martirizar  achando que só porque a vida nos feliz de um jeito não pode fazer de outro. É uma gema de ovo escorrendo pela cara depois do resultado do vestibular, ou uma dança na chuva, ou uma ligação dizendo que tá tudo bem, ou a notificação de que alguém que te marcou numa foto só pra te dizer que você é especial, ou chegar na padaria e sentir o cheiro de pão sendo assado. E eu vivi tudo isso, e vivi o seu sorriso, e foi a melhor coisa do mundo de novo, e de novo.

É como eu disse, a satisfação vem de várias formas, e a gente não precisa se condenar porque fez algumas besteiras na vida. A gente não precisa dar uma de Elfo Doméstico e se punir porque não conseguiu, ou porque podia ter feito diferente, podia ter feito melhor. A vida segue e esses erros vão nos ensinando a como acertar, e a escolher o certo.

De tudo que eu aprendi com os meus, posso dizer que se  eu tivesse que abrir a porta do passado e fazer diferente, eu jogaria fora a chave pra manter nossas vidas do jeitinho que ela é hoje. Jogaria essa chave fora pra não pensar mais nessa porta que já fechou e olhar só pro que ainda vai vir. Jogaria fora qualquer chave, só pra te ter aqui dentro comigo.

Os erros mudam a gente,  a gente muda a nossa vida, e vai crescendo e se encontrando novamente, de maneiras diferentes, mais maduros e completos, por isso eu sei que não importa o que nos espera depois da próxima curva, do outro lado da próxima porta, a gente vai passar, e vai guardar tudo trancadinho na memória, e seguir adiante para a próxima aventura de mãos dadas.

 

Ontem a internet se tornou um lugar melhor para se viver. A Vanity Fair, TV Line, The Guardian, The New York Times e mais alguns site de confiança anunciaram que o nosso amado seriado Gilmore Girls vai ganhar uma nova temporada, que vai se passar após o término da série (2007).

large

Não existem palavras ou sequer gifs que expliquem o que estou sentindo nesse momento. Ainda no início do ano eu comecei a rever as minhas séries favoritas, recentemente terminei de rever Grey’s Anatomy, e nesse momento estou na penúltima temporada de Gilmore Girls e também revendo One Tree Hill (esperem muitas postagens!). O fato é que, por mais que a gente sonhe muito com esse tipo de coisa, não imaginamos verdadeiramente que as nossas séries favoritas podem se estender um pouquinho.

Taí mais uma prova de que os sonhos não apenas se tornam reais, eles vem com uma dose de perfeição. O Netflix (clap-clap-clap) disse não vai comentar os rumores, mas sabemos que a nova temporada vai conter quatro episódios de 90 minutos (bem no estilo da série Sherlock, que amamos!) e que a principal mente por trás da criação da série, Amy Sherman-Palladino, que não participou da sétima temporada por causa de problemas contratuais com a Warner, vai estar incluída na roterização dessa nova continuação.

150522-news-gilmore-girlsSabemos que nem tudo são flores. Quando se trata de continuações é sempre importante lembrarmos que a novo conteúdo nunca será igual ao antigo. Nesse caso, principalmente, pois uma das características mais marcantes de Gilmore Girls além do relacionamento entre Lorelai (Lauren Graham) e Rory (Alexis Bledel) era a forma com que elas se relacionavam com as outras pessoas da cidade, o que pode ser um pouco diferente do que estamos acostumados a ver em Gilmore, já que depois de quase dez anos, é de esperar que a cidade esteja diferente, mais desenvolvida e não  congelada em uma era pré tecnologia. Diferente do que poderíamos esperar de um reboot, por exemplo, onde o foco é recontar a mesma história e ignorar o tempo passado, a sequência pretende mostrar que houve um tempo perdido ali no meio e continuar a história de onde ela foi parada.

Também não sabemos exatamente quem vai voltar para essa continuação. Um dos melhores relacionamentos, por exemplo, era de Rory com seu avô, Richard Gilmore, cujo ator (Edward Hermann) morreu no ano passado. É de se esperar que além de Lorelai e Rory, Luke (Scott Petterson), Emily (Kelly Bishop) e Sookie (Melissa McCarthy) estejam nessa continuação, por serem personagens de apoio às personagens principais. Mas queremos também a parte engraçada da série, cujos responsáveis eram, principalmente, Lane (Keiko Agena), Kirk (Sean Gunn), Michel (Yanic Truesdale) e Paris (Lisa Well).

Queremos saber se Lorelai e Luke continuam juntos, e se eles tomaram toda a produção de café dos Estados Unidos nesses últimos anos. Se Rory está trabalhando com o que sempre sonhou, como uma jornalista, e se ela está com algum dos namorados que já conhecemos Dean (Jared Padelacki), que está atualmente trabalhando em Supernatural, Jess (Milo Ventimiglia)   ou Logan (Matt Czurchy), que atualmente está trabalhando em The Good Wife.

A espera é grande, e o coração bate mais forte só de pensar no quanto vamos nos divertir ao voltar para Stars Hollow, independente do que podemos encontrar por lá. Pipoca direto pro microondas, chocolate na caneca, e boa viagem a todos nós!

gilmore-girls-nova-temporada
the girl and the sk

Eu acredito em sorte, amor. Acredito na conspiração que o Universo faz para trazer as coisas boas até nós. Acredito em tudo, e acredito de uma vez, ao mesmo tempo. Acredito muito no valor do esforço, no poder das noites mal dormidas, na dificuldade em mostrar que você vale a pena, porque tudo isso é recompensado.

Ao nascermos chegamos nesse mundo como uma página em branco que vai virar uma mistura de belas imagens, rascunhos mal feitos, manchas de borracha dos erros que tentamos consertar, recortes de jornal com as nossas conquistas, e a cada dia temos uma coisa diferente para escrever ali, um fato que vai nos ajudar a escrever a nossa história.

E é tão importante entender que essa história é nossa, querida. É tão importante ter certeza que essa conspiração do Universo vai te ajudar se você se ajudar. Não é como se Deus estivesse brincando de marionete com você, muito pelo contrário, amor. O livre arbítrio existe e é por isso mesmo que você precisa escrever a sua história, porque não existe sorte, Deus, namorado ou melhor amiga que vai tomar as decisões por você.

Mas essa sorte, essa providência divina, essa Graça, esse Universo, esse Amor que vem do alto, ele está aí. Ele vai te alcançar se você puder simplesmente parar por um momento e descobrir qual a coisa que você sabe fazer melhor, e esse seu presente para a humanidade vai ser recompensado. Sabe aquela vaga de emprego que você conseguiu sem nunca imaginar como, ou aquele presente que você ganhou e era exatamente o que você estava precisando, e aquela peça que você chegou no caixa para pagar e ela estava com desconto?

A sorte está por toda parte. Você vai encontrar magia fora das páginas de um livro, eu sei pois a minha vida está cercada por ela, e a cada dia encontro mais. Você pode se abrir para isso? Você consegue parar de sentir pena de si mesma? Você consegue parar de reclamar nas redes sociais? Você pode fazer algo por si mesma?

Se você puder dar ao mundo o que você tem de melhor, é exatamente isso que ele vai devolver.

Tente. O mundo não está contra você. Abrace quem você é. Ame a si mesma, e aceite a pessoa que vai viver com você por todos os dias da sua vida. Conhecer a si mesma é a única maneira de saber por qual caminho seguir. E se você descobrir isso, se você puder por um momento se amar e entender quem você é vai ser muito mais fácil descobrir por qual caminho seguir. E quando a gente tem paz consigo mesma, essa Graça divina, essa conspiração do Universo não apenas nos alcança. A sorte nos abraça.

Páginas«1 ...1819202122... 27»



Top